Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \23\America/Sao_Paulo 2013

Agricultores e articuladores do Ponto de Cultura Engenhos de Farinha representaram o território do litoral catarinense em Turim, Itália, compondo a  Expo-movil, exposição multimídia e intercâmbio de projetos que ocorreu em outubro de 2012 dentro do Terra Madre/Salone Del Gusto, encontro internacional do SLOW FOOD.

A Expo-movil é uma iniciativa que nasceu do projeto “Os caminhos da excelência: uma viagem pelos territórios a partir de seus produtos e protagonistas”, estratégica colaboração entre o Programa de Desenvolvimento Rural com Identidade Cultural (DTR-IC) do RIMISP (Centro Latinoamericano para o Desenvolvimento Rural) e o SLOW FOOD, com o apoio da Fundação Ford. Ambas as instituições promovem um modelo de desenvolvimento que se apóia na valorização de produtos e serviços com identidade cultural gestionado pelas comunidades locais.

Em sua primeira edição, foram apresentados na Expo-Movil  10 territórios da America Latina, África e Asia, onde estão em marcha experiências de desenvolvimento territorial sustentável.

DSC_0474

Representante dos diversos continentes na ExpoMovil

Estavam reunidos em Turim mais de 50 protagonistas destes territórios, entre agricultores familiares, cozinheiros, pescadores, agroecólogos, empresários em turismo e pesquisadores,além de representantes governamentais, de agências de cooperação e  de organizações internacionais. O encontro entre estas pessoas proporcionou um espaço suigeneris de debates atingindo diversas linguagens que podem agir de forma sinérgica nos territórios, colocando iniciativas locais em diálogo com projetos globais. Através dos seminários e oficinas foram levantadas propostas  que sincronizam os sistemas agro-alimentares locais com o  patrimônio cultural, reforçando o diálogo  entre o conhecimento tradicional e o científico, iniciativas públicas e privadas, ações do terceiro setor e políticas estatais.

DSC_0291

Seminário durante o evento

O Ponto de Cultura Engenhos de Farinha e a Reserva Extrativista da costeira do Pirajubaé, que sao parceiros do movimento SLOW FOOD, fizeram sua intervenção enfocando a força cultural da pesca artesanal e agricultura familiar em SC, através de seus espaços de trabalho: o rancho de pesca e o engenho de farinha.

Materiais multimídia apresentaram o litoral catarinense para os mais de 10.000 visitantes que passaram pelo local durante os 5 dias Terra Madre, este que por sua vez recebeu mais de 220.000 visitantes contando coma  delegação de 150 países. Nas falas e atividades de intercâmbio, os agricultores Catarina e Celso Gelsleuchter (ENGENHO DE FARINHA DE ANGELINA) e o extrativista de berbigão Fabrício contribuíram com suas experiências de trabalho, que vão da valorização de seus produtos com identidade cultural ao agroturismo. Os produtores participaram de forma ativa das discussões,que tiveram alto nível de problematização da cena contemporânea das comunidades locais onde  estao situados.

DSC_0898

Parte do material sobre a identidade cultural na gastronomia do Litoral Catarinense apresentado no evento

A  inserção de alimentos provenientes da agricultura familiar na merenda escolar ressaltada por Marcos José de Abreu , do CEPAGRO, teve grande repercussão na Expo-movil, assim como outras experiências da Rede Ecovida de Agroecololgia consideradas pioneiras, como a Certificação Participativa e a criação de circuitos de comercialização de alimentos orgânicos no Brasil. Marcos foi também delegado do Congresso Mundial do Movimento Slow Food, que deliberou sobre as atividades do coletivo para os próximos anos.

A farinha de mandioca e o berbigão foram degustados por pessoas de diversas nacionalidades causando frisson no Salone Del Gusto. As matérias-primas que representaram o litoral catarinense foram cozinhadas pelos chefs de cozinha do Convivium Mata Atlãntica, Bira Farias, Fabiano Gregório e Phillipi Beletini que prepararam o pirão de peixe com ensopado de berbigão, servidos no estande da exposição com muita fartura ao som da boa música brasileira.

DSC_0374

Pratos do Litoral Catarinense foram disputados durante degustação no Salone del Gusto

A Expo-Movil segue com perspectivas de realização de uma etapa em Santa Catarina em 2013, onde temáticas pertinentes ao território serão colocadas em pauta com a participação de seus protagonistase autoridades locais.Está prevista a vinda do líder mundial do SLOW FOOD, Carlo Petrini, em Março do próximo ano para conhecer de perto estes projetos.

DSC_0238

Celso e Catarina Gelsleuchter, proprietários de Engenho em Angelina (SC), compartilham seus saberes no Laboratório do Gosto

 

Read Full Post »